17.8.09

bem vindo à ilha da fantasia
um jardim tropical com dedinho de Burle Marx
tudo lindo, organizado, rico e impressionante... assim é inhotim

uma estranha sensação de estar num mundo paralelo

entre as montanhas e as brumas de brumadinho

5 comentários:

Janaina disse...

Hum, matando as saudades das montanhas de Minas?
Ah! Boas noticias: estou quase terminando de escrever a dissertacao! :-D
Beijinhos!

Janaina disse...

Respondendo seu comentario no meu blog: o espanhol na verdade eh so fotogenico, hahaha!!!
Sobre voltar, vou adiar o maximo que puder!!!! Mas (um dia!)chegarei por SP e vou querer te ver! Beijoooo

Luciana disse...

ADORO seu blog. Isso me cura de uma nostalgia infinita q sinto de Sampa. Me mudei pra Londres ha 11 anos e, aaqui eh minha 'home', mas quando leio seus posts sobre Sampa, as coisas q sempre observei nessa stone jungle que eh nosso habitat (un)natural, eh como se recenesse postais da cidade, me dizendo q estah tudo bem.

alias vc jah leu Tristes Tropiques do Levi Strauss, a parte sobre Sao Paulo eh a mais maravilhosa descricao da cidade qu eu jah vi, ou q me lembre.
X Lu

Elisa R disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elisa R disse...

Oi Lu, concordo com você! Além deste livro ser um dos melhores que eu já li, a descrição da serra do mar e a chegada no porto de Santos é maravilhosa. Imagino como deve sentir saudade de São Paulo... a gente ama e odeia ao mesmo tempo... sedutora e brutal, caótica, criativa, brilhante... como explicar o que nos matêm conectados à essa loucura?