19.7.09

Cat Power


Ontem fomos ao show da Cat Power, foi uma viagem espacial... a voz, a banda, a música, a luz, o jeito dela cantar e se movimentar pelo palco...
estávamos na última fileira e fomos "alçados" para a linha de frente, numa sorte incrível... sentada ali, com visão privilegiada, tive a impressão de que ouvia uma Billie Holiday moderna, que beberica xícaras de chá no palco iluminado por velas e perfumado por incenso. No fim do show, ela distribuiu flores brancas, abraçou e falou com fãs emocionadíssimos à beira do palco.

2 comentários:

Mirian disse...

Hallo, Elisa! A Janaina me contou do roubo à sua casa. Puxa, que @*~£§&%$#@@$%&#!!!
Bom, é aquela história: "vão-se os anéis, ficam os dedos". E acho que você representa tão bem esse ditado. Eu sei que você vai ficar bem, pelo menos tem um monte de gente torcendo pra isso, inclusive eu. E o que tá guardadinho aí na sua caixola, ninguém pode roubar, não é?
Olha, tô sumida por causa do Mestrado, mas pretendo aparecer mais assim que me livrar dele. Suas historinhas são muito legais.
Beijos!
Mírian

Maria Guimarães disse...

meus familiares estavam lá (mãe e irmão), você não encontrou? que inveja!